Mundo em Foco no Festival Curta 8 – Curitiba

De volta a Curitiba, agora para o Festival Internacional Curta 8, para filmes de curtas-metragem realizados na bitola Super 8, a equipe do Mundo em Foco, pelo projeto cine B.O. (Rodrigo e Ozana Sousa & Sousa, Rodrigo Maia e Vinicius) chegou dia 22, data da abertura do festival. Em produção para o documentário Cine B.O., sobre Super 8, a equipe entrevistou boa parte dos participantes do festival. A equipe também garimpou boas referências na Bienal Brasileira do design.

No primeiro dia após demonstração dos cineastas argentinos Carlos Caldini e Andrés Di Tella, com 3 projetores ao mesmo tempo, foi exibida a Sessão 1 da Mostra Competitiva: Filmes em Tomada Única, seguidos da Sessão 2 da Mostra Competitiva: Filmes finalizados em DVD. Ao fim da sessão os realizadores dos filmes apresentados. Após houve um debate bem bacana com os realizadores dos filmes.

A emoção maior era em relação aos filmes de Tomda Unica, exibidos também no dia seguinte, pois os autores não haviam assistido o filme depois de revelado. Muitas trilhas foram executadas na hora, simultaneamente à projeção.

O segundo dia contou com uma sessão retrospectiva: os filmes de Claudio Caldini, cineasta secreto – seguidos de debate com Caldini e Andrés Di Tella, após houve sessão de filmes em Tomada Única, Filmes montados em película e mais uma sessão de filmes finalizados em DVD. Após houve um debate bem bacana com os realizadores dos filmes.

O terceiro dia nos reservou as maiores emoções. Começamos bem cedo, com um rachão futebolístico com vários Superoitistas, seguido de almoço coletivo. depois entrevistamos o Lucas Vega, projecionista e organizador dos festivais de Super 8 realizados em Campinas. Em seguida, fomos aos bastidores do Home Movie Day Curitiba, evento que aconteceu dentro do festival, onde a pesquisadora Lila Foster (que fez um golaçø pela manhã) recebeu do público durante os todos os dias, filmes caseiros, registros em Super 8 e Single 8, para uma exibição no domingo. Pouco antes da exibição, acompanhamos o processo de montagem do material.

Gol da Lila Foster

A sessão do Home Movie Day foi maravilhosa, com destaque para o filme realizado por Toninho, produtor do festival. O filme que ele havia feito na déada de 80 sobre as dificuldades de uma instituição que cuida de crianças com deficiência era muito tocante, realista e atual.

Após a sessão do Home Movie Day, tivemos a sessão Cinema Super 8 à beira-mar, mostrando o cinema de Paranaguá (cidade do litoral paranaense) com exibição de filmes de Cyro Matoso (“Grazy na Terra de King Kong”) e Celso Lück Júnior (“Mané da Paz – Fabricante de Viola”), ambos realizados na década de 70. Após a exibição, contamos com a presença maravilhosa do Cyro Matoso e sua paixão por fazer filmes de baixo orçamento.

Na segunda, já após o festival entrevistamos o Célio Pimentel, autor de um filme lindo sobre a criação do PT em Niterói, Tiago Lipka, que ficou um pouco frustrado por não conseguir filmar tudo o que queria, mas prometeu realizar mais filmes e concorrer na próxima edição e a incrível figura: Cyro Matoso.

Resultado comentado da Premiação Curta 8 2010

Melhor Filme Estrangeiro

6 POEMAS, Isabelle Wuilmart, Bélgica

Comentário: Curtas líricos, oníricos, poéticos e muito mais. Um cinema muito pensado e simplesmente filmado. Não encontrou adversários a autura.

Melhor Fotografia

TEIA, Jessica Candal, PR – Brasil

Comentário: Uma fotografia linda, de histórias afetuosas e sinceras. as cores do cinema e do vídeo se misturaram em prol de um visual sublime. Jessica participou conosco da Oficina de Super 8 em Setembro.

Melhor Produção de Arte e Melhor Sonorização

ELEONORA, Denise Soares ,PR – Brasil

Comentário: O filme, rebuscado e inspirado em experiências vanguardistas do cinema americano, é muito bem pensado, de uma Direção de Arte simples e bela e uma sonorização perfeita feita ali, in loco, é um filme que te inspira a fazer filme. A fotografia também merece atenção. Denise Soares (que nos concedeu entrevista após os prêmios) participou conosco da Oficina de Super 8 em Setembro.

Melhor Montagem em Película e Melhor Filme Júri Popular

FILHOS DA PUTA, Gil Baroni, PR – Brasil

Comentário: Filme profissional feito por profissionais. além de cumprir seu papel, inspirou, provocou e deu show na montagem no gatilho. Incrível! Aliás, se o festival premiasse roteiros…seria mais um prêmio que esse filme ía levar, com certeza.

Melhor Filme Júri Oficial Finalizado em Vídeo

SUPERMEMÓRIAS, Danilo Carvalho, CE – Brasil

Comentário: SUPER! Emotivo, Cativante, Justo com seus personagens co-autores, de uma montagem impressionante. O filme é um espetáculo do registro, da memória e do cuidado de tudo isso. Danilo Carvalho que é um eterno apixonado pelo Cinema e pelo Super 8, roubou a cena pela sua simplicidade e seus filmes arrebataram lágrimas de muita gente, duas vezes…sem palavras…

Melhor Filme Júri Oficial Tomada Única e Melhor Atuação (igualmente às gêmeas Luma e Malu)

IAIA ET LENI, Eugenia Castello, PR – BRASIL

Comentário: Genial! O mais perfeito humor negro, sutil. A palheta de cores da direção de arte, a câmera, a trilha sonora e o roteiro e sem dúvida, a direção impressionam. O filme é uma obra-prima. Eugenia Castello (de uma timidez e modéstia extrema) também participou conosco da Oficina de Super 8 em Setembro.

Uma resposta para “Mundo em Foco no Festival Curta 8 – Curitiba”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *