Previous
Next

Água - Vem se banhar comigo?

Realização:

Aline Bueno Gonçalves

Sinopse:

Um vídeo experimental que reflete sobre diversas possibilidades presentes na agua. Passa da água física, corpórea (da lagrima) para a externa (mar, cachoeira, chuva). Como em uma espécie de sonho, o ambiente é bastante lúdico na tentativa de explorar esse elemento.

 2020

4’16”

Caminho

Realização:

Lari Pinna

Sinopse:

Caminhos e sentimentos.

 20211’10”

Carta da Praia

Realização:

Iolanda  Silveira

Sinopse:

Registros pessoais do período de mudança para a cidade de Santos, no Litoral de São Paulo, forçando o olhar poético e solitário durante o período de isolamento.

 20214’38”

Cartas ao Cerrado - Um Corpo Fechado

Realização:

Sofia  Rodrigues

Sinopse:

O nome “cerrado” remete à vegetação densa do bioma, à rede articulada de galhos resistentes que lhe trazem proteção. Em espaços como este, à parte do mundo dos homens, duas travestis encontram refúgio para respirar e dançar com o vento.
Esse projeto fala sobre corpos e vivências trans no interior paulista, mas também é um relato poético e um convite aberto para que adentrem conosco o cerrado, e sintam por meio de nossos corpos as texturas e temperaturas a que se dedicam nossas danças.

 20218’45”

ECOS DA CAVEIRA DE BURRO: Urubu-rei, o poder hegemonstro

Realização:

Sebáh Villas-Bôas 

Sinopse:

O projeto ECOS DA CAVEIRA DE BURRO tem apoio financeiro da FICC – Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal e consiste de quatro (04) filmes-ensaio com poemas que evocam símbolos referentes a formação da cultura cacaueira grapiúna e da corrente realidade social brasileira impregnada por marcas coloniais.

 20216’23”

Não Distante Dali

Realização:

Nico Loiola

Sinopse:

A magnitude do efêmero vive no ruído da memória daquela que ousa lembrar.

 201815’48”

Nur

Realização: Felipe Karnakis e Nuria Karnakis Sinopse: Fotos de família antigas de primos distantes, são as ferramentas para traçar uma narrativa dos povos árabes no Brasil. O curta é um mergulho raso em uma história próxima e muito distante. Uma tentativa de reinventar os olhares do ocidente para o oriente. 2021 2’50”

O que a Água me Deu

Realização:

Dayane Lima

Sinopse:

Mulheres refletem sobre sua ancestralidade escrevendo cartas à suas antepassadas, numa tentativa de se reconectar com suas vivências e memórias antigas e entender suas próprias histórias. “O que a água me deu” é um filme documentário sobre o resgate e a reverberação dessa ancestralidade que vive particularizada em cada mulher.
O curta conta com a participação de: Ludmila Lopez, Roberta Melo, Marlene Mizael, Girlei Luíza Miranda, Dayane Lima, Iana Schramm, Leny Oliveira, Wanessa Alves, Patrícia Araújo, Irani Gerab e Thalia Victória.

 201916’43”

Saudade (intradução em três tempos de compasso de espera)

Realização:

Lucas Feitosa e Susanna Busato

Sinopse:

O abismo do corpo se faz na saudade do que ainda sobra: sobreviver à própria solidão.

 202059″

Sobre o Tempo I

Realização:

Fabi UD

Sinopse:

O tempo que cria e destrói, que faz nascer e que faz morrer …
Que não pode ser visto, apenas sentido …

 20191’17”